22 maio 2007

Escola

Chega a casa a Pipoca com um ar muito abatido:
- 'Tou triste, na ficha de Matemática tirei uma nota muito fraquinha...
(eu a pensar em Não Satisfaz ou Satisfaz Pouco..)
- O que é que tiveste?
- Só tive Bom!
Ufa!!!

FCP



CAMPEÕÕÕÕES!

NÓS SOMOS CAMPEÕES!
Depois de um fim de semana em cheio, não há nada como acabar a festejar ...
No Sábado as Pipoquinhas foram ao Teatro de Marionetas com a C., mal chegaram rumamos ao Palácio de Cristal onde estiveram a brincar com as primas J. e L.
Domingo foi a festa de Anos do primo V. que durou até tarde.
Quando saimos de lá, ainda fomos festejar (pouquinho, mas fomos), pois a Pipoca está sempre a perguntar "quando é que é aquela festa do Porto Campeão?"
Levamos os "cáchois" ( Pipoquinha dixit) e as bandeiras!

15 maio 2007

Pipoquinha

Comeu um bombom e deixa o papel no sofá
- Vai deitar isso ao lixo.
- Po acaso penxas q'eu xou empegada?

Sangue

Chega a Pipoca à minha beira segurar o pulso:
- Xi! está a sair sangue... pelas veias!
(era um arranhãozito!)

11 maio 2007

Asneiras

Pipoquinha, debaixo da cadeira de rodas, a descascar a tinta:
- Mamã, Mamã, já chega desta asneira?

O meu outro projecto....


Chama-se Sape Gato Lambareiro e vamos a ver como corre!

10 maio 2007

Dia da Mãe



A Pipoquinha fez-me um postal, com a mãozinha dela pintada, um colar de flores, e o embrulho grande tem 2 vasos feitos com pacotes de sumo, um com salsa e outro coentros.

Na segunda feira fui à escola, mas como não posso subir as escadas fiquei no atrio a fazer a actividade que estava programada: pintar uma almofada com a Pipoquinha.

Na salinha ainda tenho um texto sobre o que é para ela a Mãe, que não o pude ver porque está afixado na salinha.


Do Dia da Mãe



A Pipoca fez um porta-joias e declamou-me um verso:

Mãe

Que verdade linda/O teu nome encerra/Eu nasci de ti/ Como a flor da terra

(tanto quanto eu percebi, o verso é assim, pois sempre que ela o diz altera alguma coisa...)

07 maio 2007

Molêdo do Minho























Fomos passar o fim de semana a Molêdo do Minho, a casa dos avós maternos....
As Pipoquinhas andaram sempre ao ar livre a brincar com os primos, o A e a M.
A Pipoquinha e o A. pareciam ciganitos, todos sujos da cabeça aos pés.
A Pipoca entreteve-se quase todo o fim de semana a brincar com a prima M.

03 maio 2007

Guloseimas

Ontem a Pipoquinha trouxe, da escola, um saquinho de guloseimas oferecido por amigo que fez anos.
Depois de jantar deixei-as comer uma "porcaria" (como chamamos as guloseimas cá por casa), e tirei para mim um rebuçado.
A Pipoquinha viu e quis ver se no saquinho havia mais rebuçados iguais, havia um.
Ela queria guarda-lo, eu disse-lhe que ficava guardado no armário, choradeira e:
- Eu é que mando nixo! EU MAN-DO NI-XO!

02 maio 2007

Eu e o Pai

Ontem ao jantar eu e o Pai discutimos.
Eu estou chateada, porque um dos ferros está a infectar e isso é mau, muito mau, pode afectar toda a artrodese.
Ele, também está preocupado e está cansado, tem que tratar de mim, das filhas, da casa, do trabalho, tem que cozinhar, lavar, arrumar...
Eu explodi primeiro, ele depois....
As Pipocas, que não estão habituadas a ver-nos discutir (resmungar sim), tiveram uma reação engraçadissima: primeiro continuaram a falar uma com a outra como se não se passasse nada, depois sairam da mesa e foram fazer desenhos (a Pipoca) e recortes (a Pipoquinha) para nós!
E não, não era um para o Pai e outro para mim, era mesmo para nós os dois em conjunto!
São uns amores muito fofos, estas minha Pipoquinhas