30 janeiro 2008

Escola

A Pipoca entrou na fase dos testes, já fez o das tabuadas e tirou 100%.
Digo-lhe eu: - Vês quando fazes as coisas com atenção tens tudo bem...
- Eu estava era nervosa...
- Pois, e com atenção
- Não, estava só nervosa.... Agora já sei, vou fazer tudo nervosa!

Ainda os sonos

Ontem só acordou duas vezes... hoje veio para a nossa cama, mas depois levei-a para a caminha dela e lá ficou sossegadita.

27 janeiro 2008

Sono

Não tenho dado grande atenção ao blog.
Ando cansada, com muito sono.
A Pipoquinha desde o Natal tem-nos dado noites péssimas.
Normalmente, a meio da noite ela mete-se na nossa cama, mas depois pomo-la na dela e ela fica a dormir sossegada.
Desde o Natal, não tem sido assim...
Só quer dormir comigo, ou na minha cama ou eu na dela.
Chora antes de adormecer, chora a meio da noite...
E que choro, desesperado, aflitivo.
Acorda a Pipoca... (esta, na Sexta adormeceu na aula de música...)
Chegou a um ponto, que mal acaba de jantar, começa a chorar a dizer que não quer dormir sozinha.
Durante dias queixou-se de dores de barriga, pouco comia e recusava tudo que era gulodice.
Fomos com ela à pediatra, na segunda, e esta aconselhou-nos a dar-lhe um sedativo, pois segundo ela, a Pipoquinha já está num estado tal de ansiedade que não consegue mesmo dormir.
Tentamos evitar o sedativo, mas não foi possível.
Ontem, mal escureceu, veio para o meu colo a chorar, a pedir que dormisse com ela. Como o cenário se afigurava catastrófico, resolvemos ir comprar o dito.
Tomou-o e adormeceu em 2 minutos... mas a meio da noite houve forró na mesma...
Dormiu a manhã toda, até ao meio dia.

Como a cisma é comigo, já pensei em ir dormir fora de casa; já pensei em alterar a decoração toda do quartinho delas, já lhe dei uma boneca de pano grande para dormir com ela, já juntamos as duas camas...
Vamos ver como corre hoje...

E vou aproveitar, este bocadinho para dormir... pelo menos até às 1H/1,30H...

23 janeiro 2008

Como não fui desta para melhor... ou pior


Estacionei o carro, aquele vermelhinho, e entrei no meu prédio, em frente às escadas que se vêm na foto.
Disse-me depois um vizinho, que mal eu virei costas, caiu parte da fachada do prédio, não me acertando por segundos...
Obrigada, Anjinho da Guarda!

17 janeiro 2008

Conversas ao telefone

Ontem tive um jantar, e telefonei para casa a saber como estvam as coisas, conversa delas:
Pipoca:
- Amanhã posso perguntar à professora quando é que podes ir lá?
- Podes, mas para quê?
- Para saberes com eu estou, se tenho aprendido as coisas e isso assim...

Pipoquinha:
- Hoje à noite vais portar-te muito bem, e dormir na tua caminha?
- Ó mãe, desliga que estás a gastar batiria...

Cheguei a casa e tinha o meu lugar na cama ocupado...

16 janeiro 2008

Crise

Não sei o que se passa com a Pipoquinha...
Desde o Natal que se queixa de dores de barriga e cada dia que passa está mais agarrada ao pai e (principalmente) a mim.
Não quer dormir na cama dela, chora para adormecer, e passa a noite a meter-se na nossa cama.
Não deixa ninguém dormir, a Pipoca anda cansada, eu ando cansada, o Pai anda cansado.
Diz que gosta muito de mim e que quer estar sempre à minha beira, diz que tem medo dos ladrões, diz que tem medo de acordar e julgar que está numa selva, diz que gosta de dormir com muita gente...
Não quer ir para a escola, fica ansiosa quando começa a hora de ir embora e o avô não chega...
Pede para ficar comigo o dia todo.
Já falei com a educadora que disse que tirando ela se queixar de dor de barriga passa o dia bem, só comçando a ficar nervosa quando os outros meninos começam a sair ( às 15,30, ela sai por volta das 16,00h)
Vamos experimentar ir buscá-la as 15, 30 horas para ver se esta fase passa e se voltamos a dormir lá em casa!

06 janeiro 2008

Enquanto o Pai esteve fora,

As Pipoquinhas dormiram comigo na minha cama, eu no meio e uma de cada lado.
Uma noite estavamos a ver televisão e pergunta-me ela: Vês mamã? Eu não te tapo?
Chorei a rir porque nem uma mossinha aparecia nos lençois e ela com medo de me tapar a visão com as pernitas!
Eu explico melhor: Quem está do lado esquerdo da cama não pode dobrar os joelhos, se não o outro não vê a televisão. Normalmente de manhã há discussão entre elas porque a Pipoca quer dobrar os joelhos e não pode porque a irmã está do lado direito.

03 janeiro 2008

Das Festas

O Natal foi murchito porque a Pipoca ficou doente, na véspera de Natal, mal se tinha em pé cheia de febre (39,5º) que não passava com nada, com muitas dores de cabeça e enjoada. Só arrebitou um bocadito na altura de ver as prendas que o Pai Natal lhe deixou... No dia de Natal estava caidita, mas praticamente sem febre.
A Ano Novo lá entrou, e nós festejamo-lo bem na companhia de amigos, em Arco do Baúlhe. As Pipoquinhas estiveram acordadas até tarde, e depois de terem ido para a cama, ao contrário do que aconteceu há 2 anos, depois de irem para a cama dormiram a noite toda!

(Ah... dizem que eu estava animada... e estava... e muito bem disposta, tanto que "obriguei" duas criaturas a fazerem-me companhia até às sete e meia da manhã!)

02 janeiro 2008

Dos Anos

























No dia 22 de Dezembro foi a festa d'anos da Pipoca, correu muito bem e este ano devido à proximidade do Natal estavam poucas crianças, 10 apenas.
Brincaram, divertiram-se e pouco comeram...