20 dezembro 2007

Adoro

Que aos 8 anos, ainda
- nos trates por Mamã e Papá.
- acredites no Pai Natal
- não tens pressa de crescer, e gostes de ser pequenina

18 dezembro 2007

Parabéns Pipoca

Parabéns Pipoca!
Parece que foi ontem que nasceste e já vão oito anos.... oito anos de alegrias e muito amor.
Um dia super feliz, Filhota!

17 dezembro 2007

Motas

O acidente que eu tive e que me tem dado que fazer, foi de mota.
Noutro dia, a Pipoca disse-me que quando for grande não vai andar de mota, para não ficar como eu. A Pipoquinha que estava a ouvir a conversa também disse:
- Eu quando for grande vou andar de mota, que não vou ter um acidente, para não ficar como tu!

12 dezembro 2007

Liquidos

A Pipoquinha de há uns tempos para cá tem-me dito de forma constante: eu tenho que tomar muitos liquidos!
Ontem lá me disse ela novamente:
-Eu tenho que tomar muitos liquidos, não é?
- É...
- E então quando é que me vais dar os liquidos?
Só depois me lembrei que quando ela esteve doentita o médico disse-me que ela devia tomar muitos liquidos... e desde essa data até ontem ela estava à espera de tomar os mesmos!

07 dezembro 2007

Vamos ajudar a Eduarda.

Transplante de medula óssea:
O que se nos pede é muito simples, basta ir das 9h00 às 17h00 do dia 16 de Dezembro, às instalações da Creche da Misericórdia de Gaia, sita na Rua Almeida Costa, N.º 151, em Devesas, para dar sangue.
Depois dessa data, poderá sempre fazê-lo no Hospital S. João.

Este é o texto que está no site da Eduarda:

A Eduarda tem 29 anos e uma Leucemia Mielóide Aguda - LMA. Para a vencer, precisa urgentemente de um transplante de medula óssea. Infelizmente, os familiares não são compatíveis! É por isso que a Eduarda precisa de si. Não custa nada, só lhe pedimos a sua solidariedade e que se inscreva no Banco de Dadores de Medula Óssea.
Fazer a diferença

Cada manhã, um escritor caminhava à beira-mar para se inspirar e à tarde ficava em casa a escrever. Certo dia, viu que uma criança que apanhava estrelas-do-mar na areia e, uma por uma, as colocava no mar. "Porque fazes isso?" - perguntou o escritor. "O senhor não está a ver! - explicou a criança - a maré está baixa e o sol está muito quente. As estrelinhas-do-mar vão secar e morrer se ficarem aqui na areia". O escritor espantou-se. "Existem milhares de praias neste mundo e milhões de estrelas-do-mar. Que diferença irá fazer? Tu salvas umas poucas, mas a maioria acaba por morrer". A criança parou a olhar para o escritor, mas instantes depois pegou noutra estrela-do-mar, colocou-a no mar e disse ao escritor: "A esta fiz diferença". E seguiu caminho continuando a sua "missão". Naquela noite o escritor não conseguiu dormir, e pela manhã voltou à praia ao encontro da criança. Uniu-se a ela e, juntos, começaram a devolver as estrelas-do-mar ao oceano.
Autor desconhecido

04 dezembro 2007

Da Pipoca

- Não quero "almongas"
- Não é "almongas" que se diz...
- Ah pois não... "almongadas"!

Doentita

Era o que mais me faltava... amanhã tenho que ir a Lisboa em trabalho, apanho o comboio à 6,45h e hoje a Pipoquinha ficou doente.
Está com 39,5º de febre e queixa-se de dores de garganta e nas pernas.
Estou à espera do médico, mas deve ser uma amigdalite.

Natal

É oficial...
já chegou lá a casa!
Fizemos a àrvore e comemos rabanadas.
Agora só faltam as cartas para o Pai Natal.

27 novembro 2007

Desafio da Caracoletras

As três primeiras pessoas que comentarem e aceitarem este desafio receberão, no prazo de 365 dias, um presente feito por mim.
A Caracoletras lançou o desafio no blog dela e eu fui uma das felizardas...
Agora desafio outros três bloggers; vá toca a comentar, para eu mostrar os meus dotes de fada do lar!

26 novembro 2007

Agora

Gostam?
Mudo?
Mantenho?

Fico à espera das vossas opiniões...

Dantes...



23 novembro 2007

Marley e Eu

Ontem emprestaram-me este o livro "Marley e Eu", cheguei a casa toda contente pois já tinha ouvido falar dele e estava curiosa para o ler.
A Pipoca viu-o lá pousado e enquanto comia a sobremesa comecou a lê-lo... de um folego chegou à pagina trinta e tal... tive que a mandar parar para preparar-se para dormir.
Conclusão: ou espero que ela o acabe de o ler, ou vou lê-lo nos intervalos dela.

P.S: Alguém que o tenha lido, pode me dizer se é apropriado para uma criança de 7 anos? Tem muitas cenas de nos pôr de lagrima no canto do olho?

15 novembro 2007

Vamos Ajudar a Carolina

Carolina


O meu nome é Carolina Brito Lucas, tenho 3 anos e meio e moro em Odivelas.
Nasci prematura, com apenas 29 semanas de gestação. A minha mãe teve uma gravidez normal, nada fazia prever que eu estivesse com tanta pressa para ver o mundo cá fora...e essa pressa saiu-me cara.Nasci com 1.100 kg, era um pacotinho de arroz, como a minha família costuma dizer. Desde essa altura que sou uma lutadora, não fui ventilada, consegui respirar por mim e, ao contrário do que os médicos previam, desenvolvi-me rápido e no espaço de um mês estava em casa. Quando nasci, foi-me detectada, em exames de rotina normais feitos a prematuros uma ‘Leucomalácia Periventricular’. Ninguém da minha família sabia bem o que isso era e na altura não deram muita importancia ao assunto, pois os médicos diziam que era comum nos prematuros e que não havia motivo para alarmes, que o importante era que a eu lutei pela vida e consegui.Nos primeiros meses de vida, tive um desenvolvimento perfeitamente normal, parlava muito e era uma bebé adorável.A minha família só notou que algo não estava bem quando, na altura de começar a sentar-me, não o fiz. Nessa altura os médicos do Hospital de Santa Maria (que nunca deixaram de me seguir) começaram a falar em Paralisia Cerebral. Os danos causados por uma paralisia cerebral são sempre incalculáveis...até serem visíveis.Passei a ser seguida no Centro de Paralisia Cerebral, onde estou integrada num programa que contempla: Fisoterapia, Educadora, Terapia da Fala, etc. Também frequento um Infantário e pratico Hidroterapia. Hoje tenho 41 meses, sou felizmente uma menina muito esperta, com um desenvolvimento cognitivo e intelectual perfeitamente normal para a minha idade, falo muito e bem, sou muito risonha e tranquila, gosto muito de desenhar, e sou fã do Noddy, do Ruca, do Pocoyo ...A nível motor tenho problemas sérios e muito graves. Não me sento sem ajuda, não gatinho, não ando e tenho alguma dificuldade em manejar objectos com as mãos, quando isso envolve perícia de movimentos.Desde os 10 meses de idade que faço tratamentos de fisioterapia, tratamentos esses que não mostram os resultados que esperávamos. Embora os médicos e fisoterapeutas concordem que existem ligeiras melhoras, a minha família não consegue vê-las... e pior que isso, eu apercebo-me que sou diferente dos outros meninos e que não consigo andar. Por várias vezes digo que quero andar mas não consigo. Um dos brinquedos que mais gosto é uma bicicleta que infelizmente não posso usar.Há uns tempos atrás, a conselho de um médico português, a minha família estabeleceu contacto com o CIREN, um centro de Restauração Neurológica em Cuba, totalmente vocacionado para, entre outros, casos como o meu e com excelentes resultados. Os médicos cubanos foram extremamente simpáticos e garantem melhoras visíveis se eu fizer os tratamentos necessários.Mas, como em tudo na vida há um senão...os tratamentos são muito dispendiosos e a minha família precisa de ajuda financeira para os suportar. Pelo primeiro ciclo de tratamentos, com duração de 35 dias, o valor cobrado é de aproximadamente 15.000 Euros. E não se sabe quantos ciclos de tratamento vou necessitar. E por cada um, o valor multiplica.A minha família não vai desistir até me ver andar ... AJUDA-OS a AJUDAREM-ME!!


Visitem também o leilão:

http://carolinalucas.blogspot.com/

14 novembro 2007

Noutro dia, as Pipoquinhas começaram a gabar o pêlo da nossa cadela: Ai que fofinho que está, ai que macio, tu estiveste a penteá-la, Papá? Foste tu, Mamã?
Aquilo passou-se, mas à noite fui encontrar as escovas do cabelo delas e o pente, junto ao ninho da cadela!

(é Papá, quando leres isto vais ficar todo irritado, "e agora vão pôr as escovas que esteve na cadela, no cabelo delas?", mas descansa... já puseram!)

13 novembro 2007

Óculos II


Com os óculos e o corte de cabelo, perdeu o ar de rufia... parece uma intelectual!
Será que fica mesmo mais calma?

05 novembro 2007

Veiga

Este fim de semana fomos para a Veiga- uma aldeia no meio de nenhures, situada entre a Régua e Vila Real.
Tivemos bom tempo, com os dias quentes, mas as noites eram um gelo.
As Pipoquinhas andaram os dias todos à solta, pois já conheciam a aldeia de lá termos estado no Verão.
A Pipoquinha, logo na 1ª manhã inutilizou as 2 mudas de roupa que lhe levei. A 1ª molhou-a toda, a 2ª emporcalhou-a... por azar, as calças de ganga clarinha, ficaram logo cinzentas... ontem eram uma mescla de castanho, preto, cinza...
Ao fim da tarde, quando o Pai a viu naquele estado, diz-lhe ela, com um ar super feliz:
- Parece que ando nas obras, não é?
..
Num dos passeios, que a nossa cadela fazia sempre questão de as acompanhar (que deve ter sido um sacrifício enorme, pois já está muito velhinha), não sabiam voltar para casa, uma dizia que era por um lado, a outra dizia que era por outro,lembrou-se a Pipoquinha: Será que a M. sabe o caminho? e seguiram-na, voltaram para casa...
Claro que isto elas não nos contaram a nós, mas aos amigos que foram connosco.

31 outubro 2007

Na quinta.

Elas quando acordam metem-se na minha cama e ficamos as três a dormitar.
Hoje diz-me a Pipoca com ar de gozo, quando eu acordo:
- Eu gosto quando tu ressonas.... assim parece que estou numa quinta e tu és um porquinho
!

26 outubro 2007

Barrinhas de idade

Mais uma mudança nas barrinhas: gosto de saber a idade delas com o mês, semana e dias.
Ficam aqui as antigas:





25 outubro 2007

Óculos

Fomos escolher os óculos para a Pipoquinha, entre 2 seleccionados foi ela que teve a escolha final. Estava tão entusiasmada que queria trazê-los já com ela.
Enquanto o senhor da loja telefonava a encomendar as lentes diz-me ela:
- Se eu fosse o chefe dele dizia-lhe: leva já os óculos!

24 outubro 2007

TPC's

No fim de semana, a Pipoca fez os TPC's no Sábado de manhã, e eu avisei-a que ainda durante o fim de semana teria que estudar a matéria dada.
À tarde teve uma festa d'anos e não estudou.
No domingo de manhã, também não estudou e da parte da tarde iamos ver a peça "Ai, que medo!", mas não arranjamos bilhetes... fomos passear para o palácio, e depois ainda fomos a casa da minha mãe.
Quando chegamos disse-lhe para ir estudar, mas ela andou a empatar e entretanto chegou a hora de ir para a mesa.
Ralhei com ela, e disse-lhe que não pode ser assim, tem que estudar que este ano é muito difícil.
Quando já estava a ir para a cama, lembrou-se que ainda tinha deveres para fazer- matemática e português. Só tinha feito os de estudo do meio!
Passei-me... ficou de castigo e durante esta semana não há televisão!
Entretanto, ontem, fui à escola saber como ela está, e confirmaram-se as minhas suspeitas: é muito vagarosa porque se distrai (sozinha), fica pasmada, desatenta.
Mas ainda assim, na ficha de português tirou 88% e na de matemática 76%, nada mal, portanto!

18 outubro 2007

Namoros

Por ler isto aqui, lembrei de uma cena passada com a Pipoquinha, na festa d'anos dela.
O namorado dela, desde que entrou para o infantário, era o B, apesar de, às vezes, acumular com outros, uns mais do que outros.
O B., pelos vistos tinha também várias namoradas e a Pipoquinha para ele era mais uma....
Na festa dela estava o B agarrado às minhas saias e o K, um dos outros namorados, agarrado às da mãe, ela para não ficar mal também veio para o meu colo. Ficou então a Pipoquinha ladeada por cada um dos meninos.
Digo eu: - Ai, então tens aqui os teus 2 namorados e ninguém vai brincar?!?
O B. que até aí não lhe dava importância, olhou de esguelha para o K, e de imediato passa-lhe o braço pelos ombros e aconchega-a no ombro dele - isto sem deixar de olhar o outro com ar de mau!
Eu e a mãe do K, não sabíamos onde nos havíamos de meter, perdidas de riso!

16 outubro 2007

Fim de semana

Depois de um fim de semana difícil, com a Pipoquinha a fazer uma série de birras, inclusivé ter ficado sentada à mesa a almoçar até às 5 horas da tarde, comento eu:
- Eu não entendo, tu estiveste mesmo impossivel todo o fim de semana
Responde-me com ar de gozo:
- É por isso que tu vais abandona(r)-me?

04 outubro 2007

Pitosguinha

A Pipoquinha vai ter que usar óculos, tem astigmatismo, 3 dioptrias em cada olho!
A Pipoca é que expressou bem o nosso sentimento:
-Oh, que pena, ela tem uma carinha tão linda!

03 outubro 2007

Novidades

Tenho andado desaparecida do meu e dos vossos blogs... muito trabalho, e pouco tempo!
As Pipocas já ficam bem na escola, acabaram-se os choros, as choradeiras e os chorinhos.
Andam entusiasmadísimas com o Ballet; a Pipoca já me pedia para ir há cerca de 2 anos, mas como não havia horários compatíveis, nem sítios "à mão", nunca foi.
Este ano descobri uma escola perto de casa, já existe à três anos e já foi colada à nossa casa :(
Na sexta foi fazer uma aula experimental e, claro, adorou; a Pipoquinha pediu para experimentar, e também adorou.
Entretanto, a aula para a idade da Pipoquinha é num horário que não conseguíamos levá-la. Na terça, quando ia levar a Pipoquinha, chorou todo o caminho baba e ranho, porque quer muito fazer ballet.
Entretanto adormeceu na viagem e dormiu durante toda a aula, mas mal abriu o olho recomeçou a chorar porque queria fazer ballet.
Teve autorização para fazer as aulas com a irmã!

25 setembro 2007

Ainda a escola

Diz-me a Pipoquinha:
- Sabes Mãe, eu quia está doente, assim eu num ia pa a escola e tu tinhas que ficá comigo!
Mas de dia para dia fica melhor, e quando lá está fica bem. Só aqueles 5 minutos de manhã é que não os encara bem e continua a chorar, se bem que agora já seja só um choramingar...

24 setembro 2007

Ajudem

A Associação Portuguesa de Celíacos está agora a promover a uma Petição dirigida ao Presidente da Assembleia da Republica, para este interceder jundo da DGCI, para que os alimentos sem glúten específicos para os Celíacos sejam equiparados aos medicamentos e possam assim ser incluídos na declaração de IRS na rubrica de despesas de saúde com IVA a 5%.
Temos que arranjar pelo menos 8.000 assinaturas, para que o tema possa se debatido em plenário, incluído no Diário da República e chegar à comunicação social…
Assim, peço a quem me visita que se e stiver interessado em participar, aceda ao site da Associação (http://www.celiacos.org.pt/ ), e no fundo da pagina clique em "Assine a petição online da APC".

21 setembro 2007

Desafio

Respondendo ao desafio lançado pela Mãe de Dois, o livro que tenho mais próximo é o que ando a ler há uma eternidade, "O Primeiro Homem de Roma" da Collen McCullough, II Volume, pag 161, 5ª frase completa: "Quanto a Mário, ficou no seu gabinete, tentando decifrar duas cartas, uma de Lúcio Cornélio Sila, proveniente da Hispania Citerior, e a outra de Públio Rutílio Rufo, proveniente de Roma."
( Ok, fiz um bocadinho de batota, não respondi ao desafio quando o vi, pois à minha volta só tinha coisas MUITO mais chatas- códigos juridicos)

Regras do Jogo:

1. Pegar no livro mais próximo.
2. Abri-lo na página 161.
3. Procurar a quinta frase completa.
4. Transcrever a referida frase no blog.
5. Não vale escolher a melhor frase nem o melhor livro (usar obrigatoriamente o mais próximo).
6. Finalmente, passar o desafio a cinco pessoas.

e eu passo a:
Pipocas
Piscos de Gente
2 Miminhos
A Minha Barriguita
Conto de Fuga

PARABÉNS PIPOQUINHAS!!!!


Hoje o Blog faz um ano!
Também estão de Parabéns o meu querido irmão e o Rafael ( não é Rafael, mas ficou a ser...).
Um dia muito feliz para ambos!

18 setembro 2007

Começou...

Começou hoje o choro, ao deixar a Pipoca na escola, e foi especialmente violento, ( ou eu já não estou habituada!)
Estou aqui a tentar aguentar-me para não começar eu numa choradeira...
.
.


(não aguentei... mal acabei de escrever o post parece que se abriu um dique...)

14 setembro 2007

Da Pipoca

-Mamã, tu gostas muito de nós?
- Adoro-vos, muito muito muito
- Quanto?
- Muitissimo, nem dá para contar...
- Já sei... infinito e lá no meio mete-se mais mil!
.
.
- Mamã, tu não nos trocavas por nada, pois não?
- Nada, são as coisas mais importantes da minha vida!
- Nem por uma casa com piscina e mais mil euros?

Os peluches da discórdia


Aqui estão eles a dormirem sob o abraço da Pipoca, 3 ursos: cinzento, rosa e creme.

13 setembro 2007

Solidariedade

Desde ontem que só há meninas em nossa casa, o Papá foi para fora em trabalho.
Pediram-me para dormirem na minha cama e assim foi.
Foram buscar os bonecos para dormir e a Pipoca começou com uma birra tremenda, porque queria dormir com 3 peluches e eu só deixava levar 2 por cada.
Dizia ela que não conseguia escolher só dois daqueles três, porque o outro ia ficar sozinho. A Pipoquinha resolveu imitar a irmã, mas sem a choradeira.
Pus o cronómetro a funcionar e dei-lhes um minuto para escolherem os bonecos.
No fim a Pipoquinha já tinha os dois dela, a Pipoca continuava sem saber o que escolher.
Mandei a Pipoquinha para a minha cama e tentei que a Pipoca se acalmasse do choro convulsivo... desisto, vou ao meu quarto onde está a Pipoquinha, volto ao delas onde a Pipoca continua a chorar,estava nisto e começo a ouvir a Pipoquinha a chorar desalmadamente, vou lá e diz -me ela muito sentida:
- eu num queio que a I. fique sójinha, eu queio a I.

12 setembro 2007

Poema ao Acaso

Gosto desta nova funcionalidade... sempre que se abre o blog, aparece um novo poema.
Fica-se a conhecer mais poetas e mais poemas, fica-se a saber mais...
Está mesmo aqui ao lado esquerdo....

11 setembro 2007

Inicio da Escola

Estou ansiosa e apreensiva com o início do ano lectivo...
A Pipoquinha vai mudar de infantário, vai deixar os amiguinhos dela, as auxiliares e educadoras que conhece desde que tem um ano.
Vai frequentar o Jardim de Infância que pertence à Escola Primária que a Pipoca frequenta, pois assim é mais prático para nós e para os avós que as vão buscar, e depois a transição para a primária é muito mais suave.
Um dos meninos da antiga sala dela também vai para este infantário, ela conhece, ainda, outra menina que é irmã de uma amiga da Pipoca (que também vai este ano para lá)... e mais ninguém!
Se ela que gostava tanto do outro infantário e mesmo assim havia dias, normalmente após períodos de férias, em que ela ficava a chorar, não sei como vai ser neste...
Fico tão amarfanhada, com um coração tão pequenino e apertado quando tenho que as deixar a chorar, aquele choro sentido, desesperado, os bracinhos a agarrarem-se a mim, no pescoço, na barriga, , num braço, nas pernas...
Amanhã tenho a reunião de pais... há que começar a mentalizar-me para a adaptação...Até pode ser que não seja nada...( quem dera... quem dera...)
.
.
(Estou mesmo mal... acabei de escrever este post com as lágrimas nos olhos... a sofrer em antecipação...)

Resumo das férias

Em tom telegráfico, que o tempo tem sido curto e o trabalho abundante.

Primeiro fomos uma semana para o Brejão (Zambujeira do Mar), muita praia, muitos amigos uns com filhos outros não, convívios nocturmos e apesar de o tempo não ter estado maravilhoso, também não se esteve mal.
Depois demos uma escapadela a Moledo, onde estavam as primas do Sul, mas nem aquecemos o lugar pois fomos logo de seguida para Santa Marta de Penaguião, 3 adultos e 4 crianças: uma aldeia no meio de nenhures, onde eles andavam à vontade, banhos no Rio e jogos de cartas pela noite dentro.
Depois, fomos descansar uma semana em Moledo... com uma passagem pela Bracalândia que as Pipocas adoram...
Foram boas e já acabaram..


Foi um fazer e desfazer malas que nem me quero lembrar, mas valeu a pena!


03 setembro 2007

De volta

Acabaram-se as férias... as nossas, que elas continuam com os avós em Moledo!
Mal tenha um tempinho faço o resumo...

03 agosto 2007

FÉRIAS

As minhas Pipoquinhas chegaram terça... tão morenas e lindas!
Agora estamos de partida para as nossas férias!
Primeiro para a Costa Alentejana- Brejão/ Zambujeira do Mar, depois a pousar aqui, depois ali, onde nos acolherem...

25 julho 2007

Ainda as Férias delas

A casa ENORME... todos os dias cresce mais um bocadinho ( já não as vejo desde Sábado... ai as saudades...)
--
Diz a avó ao telefone:
- As tuas filhas são um espanto... umas queridas... sabes a que horas acordam? (faço uma ideia...) às SETE!

24 julho 2007

Novamente com os avós...

As Pipoquinhas foram outra vez para Moledo com os avós.
Ontem a falar com a Pipoca ao tele fone diz ela:
- Sabes Mamã, eu estou com um bocadinho de saudades de ver as Winx... quando tu viesses... er... podias trazer uma dessas televisões para eu poder ver...

E viva o verão...




Fomos a um casamento... e aproveitamos e fizemos já uns cortes catitas para o Verão!

16 julho 2007

Peso pesado

A Pipoca é uma criança pesada, não é gorda, é cheiinha, compacta, dura de carnes e muito pesada (25 kg), pelo que eu raramento consigo pegar nela ao colo.
Ontem, peguei nela e mal senti aquele peso saiu-me um esforçado: -Ai meu Deus!
Conclui a Pipoca: - ... que trambolho!!!

12 julho 2007

Intervalo

Os meus pais tiveram que vir ao Porto, por isso as Pipoquinhas chegaram ontem à noite com muuuuitas saudades.
Em principio, hoje já vão novamente, a Pipoca quer ir, a Pipoquinha não ("depois fico com muitas saudades de tu"), só quando forem é que vou saber quem foi ou não... Também não a estou a ver a querer ficar sem a mana... suspense....

09 julho 2007

Quase de férias...

As Pipoquinhas foram esta semana para Moledo com os avós...
Os Papás estão quase de férias... a casa "cresceu", o tempo "rende" muito mais e elas estão a adorar.

03 julho 2007

Obrigada Pipoca


A Pipocas ofereceu-nos este cartão.

Muito Obrigada!

Praia

A Pipoquinha começou ontem a ir à praia, através da escolinha. Hoje como era de esperar está a chover....
Estas semanas são de stress e correrias logo pela manhã, é preciso sacudi-las das camas, ainda ensonadas, vesti-las e dar-lhes o pequeneno almoço, para estar na escolinha às 8,30 h.
Como é hábito vamos sempre nas últimas...
Uma vez com as idas da Pipoca para a praia aconteceu isto: quando eu estou a chegar ao sítio da camioneta vejo que esta está pronta a partir. Consigo pôr-me à frente dela , saio do carro, abrem-se as portas da camioneta e entrego a Pipoca, in extremis.
Toda contente, telefono ao meu marido a contar o meu feito, pergunta-me ele:
- Mas era a camioneta dela?
Eu não sabia.... era uma igual à dela- mas são alugadas, há muitas!-, estava a arrancar do sítio onde a dela parava.... mas se era ou não, não tinha a certeza, pois limitei-me a " atirar" a criancinha lá para dentro.
Estive todo o dia amargurada... mas felizmente foi na camioneta correcta!

02 julho 2007

Shrek

Na sexta a Pipoquinha foi com a escolinha ver o Shrek III, a viagem foi de Metro.
Estava a falar com ela a tentar saber a que centro Comercial tinham ido, e qual a estação de Metro que usaram, pergunto-lhe:
- Mas onde saiste, como era o sítio?
- O Mãe, saí na paragem!
No Domingo fomos todos ver o................
Shrek III, pois tá claro!

27 junho 2007

Avaliação Final do Ano


"Apreciação global:

De uma maneira geral a I. conseguiu apreender bem os conteúdos programáticos de Língua Portuguesa, Matemática, Estudo do meio e Expressões trabalhados durante este período.
Está de parabéns pelo seu esforço e empenho ao longo do ano lectivo"


O que me deixou mais babada:
- É imaginativa ao escrever o desenlace de uma história.
- Revela criatividade ao inventar histórias a partir de um tema ou de imagens sugeridas.
- Constrói poemas com orientação.
- Produz e cria com criatividade trabalhos diversos.
- Participa com empenho em dramatizações a partir de histórias e situações.
- Utiliza o corpo e a voz para dobrar personagens.

(tanta historinha lhe contamos - o Pai- a comer, na casa de banho, em viagem para dormir... que começa a dar frutos)

Eu sou....

Ontem ( e hoje também!) as Pipocas foram para casa dos avós, porque estão cá no Porto as primas J. e L.. Foram todos até ao Parque da Cidade e foi-lhes prometido (mais) um gelado quando chegassem a casa.
Acontece que a Pipoquinha adormeceu no carro e só acordou, já no carro do Pai. Começa a choramingar que:- "elas" comeram dois gelados e eu não...
Como a Pipoca estava avisada para não dizer nada, o Pai pergntou-lhe como ela sabia isso, resposta dela muito lampeira:
- Puque eu xou muito espêta!

26 junho 2007

Filhos/Filhas

Estava hoje a Pipoca a falar dos nomes que vai dar aos filhos quando chega a altura de escolher nomes para meninos saí-se com esta:
- Acho que criar meninos é muito mais dificil....

20 junho 2007

E-mail

Ontem a Pipoca mandou-me um e-mail com o seguinte texto:

Mamã,eu
adoro-te.
Eu queria ter um irmão.
Bom,eu queria-te desejar,sonhos muito,muito,muito coloridos.
E aqui vai um poema...
Chuva,chuva
cai na rua
silenciosa e graciosa
como uma pedra
preciosa.

Parabéns!


Parabéns Pipoquinha!

Hoje fazes 4 anos... foram 4 anos de muita alegria e saúde.

Continua sempre assim, bem disposta, refilona, alegre e atrevida.

O bolo veio daqui...

Orgulho

A Pipoquinha esteve a fazer um desenho, com um livro de recortes que lhe ofereceram nos anos, fez o Lobo Mau e veio mostrar toda contente. Mostrou ao pai, mostrou-me a mim... como estavamos ocupados respondemos qualquer coisa do tipo: "ai que giro!", mas sem olhar para o desenho.
Dois minutos depois aparece a Pipoca com o mesmo desenho:
" Mãe, já viste o Lobo Mau que a A. fez? Está mesmo direitinho! Estou mesmo orgulhosa da minha irmã!!!"

17 junho 2007

Festa D'Anos

Hoje vai ser a festa de aniversário da Pipoquinha.
Só faz anos na Quarta-feira, mas como o próximo fim- de-semana é S. João, antecipamos a Festa.
Desta feita vai ser no Bicinhos Carpinteiros, porque a mãe não está em condições de fazer em casa.
Está super-entusiasmada e tem apregoado que nos anos dela quem manda é ela!
A 1ª coisa que me disse, mal acordou foi:
-Hoje posso fazer tudo o que eu quero, não é Mãe?

O Bolo vai ser este, feito pela habilidosa da mãe ( cof, cof, cof!)

Anita


Este boneco foi totalmente feito pela Pipoca , desde a ideia, até à realização da obra final.
Chama-se Anita.
(sim, esta parede também tem uns risquitos feitos pela Pipoquinha!)

Quem é esta?!?

Cenário: 7,30 h, a mãe a dormir, as Pipocas a serem levadas pelo Pai para a cama comum, para começarem a acordar, as Pipocas ainda a dormir, mas já estremunhadas.
Ouve-se a vozinha da Pipoquinha, ao ser deitada na cama:
- Quem é esta? Esta é a minha mãe?

13 junho 2007

Asneira

Depois de umas mini- férias em Moledo, regressamos ao Porto.
Estavamos em casa há cerca de uma hora, e depois de banhos tomados, descobrimos este lindo serviço.
A Pipoquinha começou (tem a mania de escrever em todo lado- paredes, roupa, toalhas, chão, móveis... mas normalmente são discretos!), a Pipoca aprimorou... aproveitou a embalagem e também fez um desenho da sua autoria, a imitar os da irmã.
O que me chateou foi o ter dito que não tinha riscado, tendo atirado as culpas a para a Pipoquinha, esta chorava porque dizia que a Pipoca também tinha ajudado.
No fundo, no fundo, não me chateia ter a parede assim... é no "quarto de brinquedos"!

02 junho 2007

Fim de semana fora de casa

Depois desta experiência, agora foi a vez da Pipoca ir passar o fim de semana a casa da amiga L.
A partida foi dramática, a Pipoquinha agarrou-se à Pipoca e não a queria deixar ir, depois ficou a chorar muito desolada no meu colo, enquanto chamava: "A I., eu queio a I...."

01 junho 2007

Procissão

Ontem passou aqui na urbanização uma procissão de velas, as Pipoquinhas já estavam deitadas e eu chamei-as para verem.
A Pipoca quando viu tanta gente com velas na mão a entoar canticos, perguntou logo, com uma vozita sumida: - Morreu alguém?
----
Hoje de manhã disse: Vou contar na minha escola que vi uma profissão de velas!

22 maio 2007

Escola

Chega a casa a Pipoca com um ar muito abatido:
- 'Tou triste, na ficha de Matemática tirei uma nota muito fraquinha...
(eu a pensar em Não Satisfaz ou Satisfaz Pouco..)
- O que é que tiveste?
- Só tive Bom!
Ufa!!!

FCP



CAMPEÕÕÕÕES!

NÓS SOMOS CAMPEÕES!
Depois de um fim de semana em cheio, não há nada como acabar a festejar ...
No Sábado as Pipoquinhas foram ao Teatro de Marionetas com a C., mal chegaram rumamos ao Palácio de Cristal onde estiveram a brincar com as primas J. e L.
Domingo foi a festa de Anos do primo V. que durou até tarde.
Quando saimos de lá, ainda fomos festejar (pouquinho, mas fomos), pois a Pipoca está sempre a perguntar "quando é que é aquela festa do Porto Campeão?"
Levamos os "cáchois" ( Pipoquinha dixit) e as bandeiras!

15 maio 2007

Pipoquinha

Comeu um bombom e deixa o papel no sofá
- Vai deitar isso ao lixo.
- Po acaso penxas q'eu xou empegada?

Sangue

Chega a Pipoca à minha beira segurar o pulso:
- Xi! está a sair sangue... pelas veias!
(era um arranhãozito!)

11 maio 2007

Asneiras

Pipoquinha, debaixo da cadeira de rodas, a descascar a tinta:
- Mamã, Mamã, já chega desta asneira?

O meu outro projecto....


Chama-se Sape Gato Lambareiro e vamos a ver como corre!

10 maio 2007

Dia da Mãe



A Pipoquinha fez-me um postal, com a mãozinha dela pintada, um colar de flores, e o embrulho grande tem 2 vasos feitos com pacotes de sumo, um com salsa e outro coentros.

Na segunda feira fui à escola, mas como não posso subir as escadas fiquei no atrio a fazer a actividade que estava programada: pintar uma almofada com a Pipoquinha.

Na salinha ainda tenho um texto sobre o que é para ela a Mãe, que não o pude ver porque está afixado na salinha.


Do Dia da Mãe



A Pipoca fez um porta-joias e declamou-me um verso:

Mãe

Que verdade linda/O teu nome encerra/Eu nasci de ti/ Como a flor da terra

(tanto quanto eu percebi, o verso é assim, pois sempre que ela o diz altera alguma coisa...)

07 maio 2007

Molêdo do Minho























Fomos passar o fim de semana a Molêdo do Minho, a casa dos avós maternos....
As Pipoquinhas andaram sempre ao ar livre a brincar com os primos, o A e a M.
A Pipoquinha e o A. pareciam ciganitos, todos sujos da cabeça aos pés.
A Pipoca entreteve-se quase todo o fim de semana a brincar com a prima M.

03 maio 2007

Guloseimas

Ontem a Pipoquinha trouxe, da escola, um saquinho de guloseimas oferecido por amigo que fez anos.
Depois de jantar deixei-as comer uma "porcaria" (como chamamos as guloseimas cá por casa), e tirei para mim um rebuçado.
A Pipoquinha viu e quis ver se no saquinho havia mais rebuçados iguais, havia um.
Ela queria guarda-lo, eu disse-lhe que ficava guardado no armário, choradeira e:
- Eu é que mando nixo! EU MAN-DO NI-XO!

02 maio 2007

Eu e o Pai

Ontem ao jantar eu e o Pai discutimos.
Eu estou chateada, porque um dos ferros está a infectar e isso é mau, muito mau, pode afectar toda a artrodese.
Ele, também está preocupado e está cansado, tem que tratar de mim, das filhas, da casa, do trabalho, tem que cozinhar, lavar, arrumar...
Eu explodi primeiro, ele depois....
As Pipocas, que não estão habituadas a ver-nos discutir (resmungar sim), tiveram uma reação engraçadissima: primeiro continuaram a falar uma com a outra como se não se passasse nada, depois sairam da mesa e foram fazer desenhos (a Pipoca) e recortes (a Pipoquinha) para nós!
E não, não era um para o Pai e outro para mim, era mesmo para nós os dois em conjunto!
São uns amores muito fofos, estas minha Pipoquinhas

29 abril 2007

Socialização

Este fim de semana tivemos uma convidada...
Durante a semana a Pipoca e uma amiga da escola, a L., combinaram ela vir cá dormir.
A Pipoca é uma criança muito social, que se dá com toda a gente e muito faladora, mas na escola é envergonhadita e não se dá com quem não conhece bem.
Já no infantário era assim, desde os 2 anos que só brincava com a B e o A., só aos 5 anos se começou a dar com as outras crianças.
Fora da escola não há qualquer problema... uma semana depois de fazer os 4 anos foi passar 5 dias com uns amigos sem qualquer problema.
Quando foi para a primária, a única amiga dela que foi para a mesma escola foi a B e ficaram na mesma sala...
A obsessão continuou..
A professora avisou-nos que se a Pipoca se zanga com a B., o dia está estragado e fica na sala com as lagrimas nos olhos, afectando o seu rendimento.
Assim, quando ela nos pediu para a L. vir cá passar a noite concordamos de imediato...
Foi um fim de semana que praticamente não tivemos Pipoquinhas... entretiveram-se a brincar e passaram os 2 dias a vestir e despir fantasias...borboletas, fadas, princesas e animais...
Estão as duas cansadas e felizes...
(Claro que quem deu o corpo ao manifesto foi o Papá!)

20 abril 2007

Regatas

Ontem, a Pipoquinha estava a falar muito alto e com um ar de rufia (como é normal nela...)
Eu: Fala direito, sua regateira!
Pipoca:- É, está numa regata!
....depois informa: - Regata, sei lá o que isso é!

18 abril 2007

Felicidade

Diz a Pipoca:
- Mamã, sabes, ter muitas coisas não é importante, o mais importante é ter uma grande família feliz!

Miminhos

Às vezes, quando nada faz prever, chegam-se à nossa beira, dão-nos um beijinho e sussurram:
-Adoro-te!
e completam:
- adoro o Papá (mamã), adoro a mana, adoro a M (cadela!)

16 abril 2007

Acidente


Ontem a Pipoquinha estreou-se nos pontos....
Estava a brincar com a irmã, e nós na sala ouviamos as gargalhadas delas...
Depois, um barulho de queda e choro, ela aparece a correr.....
Concluindo, abriu o queixo e levou 4 pontos.
No Hospital esteve sempre bem disposta, e deixou-se coser sem um ai!
Veio a dormir e agora anda muito orgulhosa da sua "medalha de guerra"!
À noitinha estava a ver se partia mais alguma coisa... aos saltos no sofá e de um para o outro (mandou-me embora para continuar a saltitar...)

13 abril 2007

Expressões- Pipoquinha

Adoro:

-Trocar os "g" pelos "r":
rabeta / gaveta
serrura / segura
etc

- Tampufa / Pantufa (pan, pan , pan-tu-fa, digo-lhe eu; tan tan tan-pu-fa, diz ela orgulhosa!)

- fazer a ligaçõens entre frase com " E puquê? Puque...."

- dizer "eu sabia", quando quer dizer " eu pensava que", ou " eu julgava que.."

- Usar muito "Só que..."

- Rabô / Raul

12 abril 2007

SUSTO-Momentos Passados

Quando a Pipoca tinha 2 anos e meio, nós viviamos na Rua da Boavista.
Um dia, quando saí de casa com ela, enquanto abria a porta do carro, do lado do passeio , ela despareceu da minha vista!
Olhei para todo o lado e não a via, o meu coração batia descontroladamente...
Fui logo para o outro lado dos carros, com medo que ela estivesse entre 2 carros pronta para ir para o meio da rua (que é movimentadíssima...), chamava-a e nada...
Já em pânico, comecei a andar paralelamente aos carros, e descubro-a, muito entretida a ver uma montra, a um metro do meio carro!
É que havia uma daquelas caixas de electricidade junto à montra, e como ela era muito pequenina, ficava completamente tapada por ela...

Visita Nocturna

Quando vim da Ordem aproveitei para dizer à Pipoquinha que agora não podia vir para a minha cama, pois podia magoar-me nos meus doi-dois, ou ela magoar-se nos meus ferros.
Então ela deitou-se ao meu lado, olha para os pézitos dela e para o meu pé e diz:
- Olha, mamã não chego!
........
Na primeira noite, dormiu a noite toda na cama dela, na segunda ouvi uns passinhos e vejo-a a chegar ao meu quarto, a dormir, dá à volta à cama e vai deitar-se ao lado do pai!
Eu disse-lhe que era só um bocadinho e depois acordei o pai para a levar para o quarto. Cinco minutos depois ouvi-a ir à cas de banho, choramingou e meteu-se na cama dela!
.....
Agora vem, diz-me "é só um bocadinho" dou-lhe miminho e depois vai para a cama dela.

10 abril 2007

Robocop


estou de volta a casa.
As Pipoquinhas sentiam a falta da mamã (apesar de irem duas vezes por dia visitarem-me).
Também gostaram muito de ficar com o Pai e dormirem na nossa cama...
A operação correu bem, foi mais fácil do que estavam à espera, porque a prótese já estava solta ( daí as dores que tinha).
Agora durante 3 meses, vou brincar ao Robocop...
Estou um bocado empanada, porque para encher o "buraco" da prótese tiraram-me (muito) osso do ilíaco, por isso de um lado (direito) tenho o meu pé biónico, que não posso pôr no chão, do outro lado (esquerdo) tenho a bacia feito num oito, não conseguindo apoiar-me nessa perna.
Mas segundo os experts: " Ora, vamos lá ver se hoje - 3 dias depois da operação- já consegue andar um bocadinho de muletas!"
Mas estes gajos estão todos doidos ou quê?

01 abril 2007

Temporariamente encerrado.


Hoje vou ser internada para ser operada logo pela manhãzinha.

Mal possa venho cá.

24 março 2007

Ai, a minha vida....

Estavamos os quatro na sala a ver televisão, a Pipoquinha ao meu colo, começou a cantarolar:
- Ai os namorados, dão beijinhos nos rabos.
- Os namorados não dão beijinhos nos rabos- digo eu
- Só se for a fazer sexo!- diz logo a Pipoca.
_
Ainda acrescenta: Sabes que na minha escola, quando os meninos estão à luta, um por cima dos outros começamos logo a dizer: "ei, estão a fazer sexo!", e eles separam-se logo.
- E o que é isso de sexo? pergunto eu
- Então... É namorar...

23 março 2007

3 Boas Notícias

1ª - É sexta- feira e já tenho um pézinho no fim de semana!
2ª - No dia 25, Domingo mudamos para a hora de Verão: dorme-se menos uma horita mas os fins de tarde, são isso mesmo...
3ª - Já me decidi!
Depois de me ter decidido a esgotar todas as possibilidades (prótese), fui ainda ouvir a opinião de outro médico e cheguei à decisão definitiva (artrodese- fixação). Segundo ele, o tornozelo já está muito massacrado, já não tem osso por onde se pegue, e é um risco grande, com a agravante de estar a comprometer o sucesso de uma artrodese futura.
Assim sendo,venha ela ...

22 março 2007

"MILE"

Hoje tornei-me milionária!
Cheguei às mil visitas!
Obrigada a todos!

21 março 2007

Dia do Pai- Pipoca



A Pipoca ofereceu ao Pai um pack de fotografias e um barquinho feito por ela na escola.

Dia do Pai- Pipoquinha


A Pipoquinha ofereceu ao Pai um porta-chaves feito por ela e, no dia, na escolinha fez com o Pai um quadro.
No dia seguinte mal acordou perguntou-me: Hoje é o teu dia?
( estava à espera que eu fosse trabalhar com ela a escola....)

15 março 2007

Sobre mim

Este post é sobre mim... e escrito ao "correr da pena".
Não sei o que faça, sinto-me perdida, baralhada, confusa com vontade de tentar, com vontade de desistir!
Há 12 anos atrás tive um acidente de mota, e fracturei o astragalo (tornozelo), logo na altura me avisaram que era uma fractura fdp e que provavelmente não ia recuperar.
Quando começasse a ter muitas dores poderia fazer uma artrodese - tiravam-me as cartilagens, uniam os ossitos e fixavam-me o pé.
Andei um ano em fisioterapia, natação e fiquei mais ou menos bem.
Passado pouco tempo, comecei a mancar e com dores bastante intensas...
Era o astragalo que tinha necrosado- o osso estava morto. Fiz um transplante ósseo. Resultou durante uns tempos.
As dores voltaram, as artroses aumentaram, o andar tornou-se um suplício, mesmo sem esforço tinha dores.
Só quando estava grávida é que andava bem ( obrigada hormonas!)
Em 2004, falaram-me de um médico que recuperava o tornozelo, através de uma prótese e que ganhava mobilidade.
Fui operada em Dezembro, em Abril de 2005 fui novamente operada porque um dos parafusos partiu e tive que reforçar aquilo- mais um transplante ósseo! Mais fisioterapia..., mais muletas...
Não durou nem um ano... nova operação em Abril de 2006, porque o malélo partiu, tirou-se o malelo e inicia-se toda a recuperação.
Não fiquei bem, não me lembro de ter passado um único dia sem dores.. No inicio achava que era de a operação ser muito recente, depois, rendi-me às evidências. Manco cada vez mais, as dores são cada vez mais fortes...
Mas tento ter sempre cara alegre e ir em frente. E vou conseguindo...
Fui ao médico, e concluindo e resumindo, devia fazer a artrodese, a tal operação definitiva, irreversível, em que me fixam o pé.
Falaram-me de um outro médico, excelente, Dr. Leandro Massada, tem operado os futebolistas do FCPorto.
Fui lá, gostei muito dele, muito franco e directo.
Aconselhou-me a fazer a artrodese porque segundo ele as próteses de tornozelo não resultam, fico sem dores (após o pé ganhar uma nova postura, o que demora 3 a 4 meses) ea mancar o mesmo ou até menos. Aconselhou-me ainda ser operada pelo médico que me pôs a prótese, pois ele é o que sabia melhor o que lá estava.
Marquei a operação para 12 de Março, como o meu marido não podia apoiar-me nessa altura, alteramos para dia 19. Próxima segunda feira.
Entretanto apareceu-me uma irritação na pele e fui lá hoje.
É uma micose, por isso teve que se adiar a operação por 15 dias, para o dia 2 de Abril (sabe bem pôr as datas, distanciar-me, ver as coisas friamente)
Mas....
Ele esteve na semana passada a operar com um médico suiço, a retirar uma prótese e pôr uma toda modernaça, num caso muito pior que o meu....
Pode resultar, posso ganhar mobilidade, posso ficar sem dores.... mas também pode não resultar.
Pode ser vira o disco e toca o mesmo...
Temos que saber quando parar, quando os sacrificios começam a ser desmesurados... mas por outro lado, e se...
Disse-lhe que não, disse-lhe que ia pensar...
Não sei o que pense, não sei o que decida, não sei se quero passar por todo o processo mais de que uma vez, não sei se quero pôr um ponto final e ir atrás da solução irreversível, não sei se agarre mais esta hipótese, já fiz nove operações, não é altura de dizer basta? ....
Não sei quem me ajude... não sei quem me aconselhe.... Não sei, e tenho 20 dias para decidir...
O quê? - artrodese? - prótese?

14 março 2007

Miminhos

A Pipoca veio ontem da escola com febre. Quando a fui buscar a casa dos avós e me viu, começou a choramingar agarrada a mim a queixar-se de dores de cabeça.
Como vinha muito murchita, perguntei-lhe se queria algum miminhos especial (para o jantar)
- Quero só um grande abraço! O que eu gosto é ter uma grande família feliz!

13 março 2007

Mudança de visual

Mudei as barrinhas das idades das Pipocas.
Sempre que abria o blog, ficava com a impressão que a Pipoquinha era mulata.
Não que houvesse qualquer problema nisso, mas de facto entre as duas quem tem a pele mais escurinha é a Pipoca, no Verão então nem se fala...
Vejam se não tenho razão:



Lilypie 6th to 18th Ticker


Lilypie 6th to 18th Ticker

Conversas

Deito a Pipoquinha, dou-lhe um beijinho e digo-lhe:
- Agora vamos lá dormir direitinha!
- Oh tu nem me deixas falar um segundo!

09 março 2007

Às vezes é só disto que precisamos...

Free Hugs Campaign. Inspiring Story! (music by sick puppies)

Dia da Mulher

Ontem de manhã quando estavamos no carro, eu disse-lhes que era o nosso dia: O Dia da Mulher. Então trocamos parabéns entre nós, a Pipoquinha também mandou Parabéns para a nossa cadela e para o Pai!
Hoje, mal acorda, pergunta a Pipoca:
- Hoje é o dia do Pai?
-Não é só dia 19, desta segunda a oito.
- Não é isso, é o Dia do Homem?
Se há dia da Criança, da Mãe, do Pai, da Mulher....

"A Princesa Tecnológica"

A escola da Pipoca ontem teve um dia aberto aos Pais, no âmbito da semana da Leitura.
A sala dela preparou um teatro de fantoches- "A Princesa Tecnológica". Quando me entregou o convite perguntou se eu ia, disse-lhe, claro que sim.
- Mas para quê? Eu nem entro!
(lá lhe expliquei que não podem entrar todos os meninos, mas o trabalho é de toda a sala, por isso eu queria ir ver!)
Estava muito engraçado, pequenino, mas muito bem feito!

08 março 2007

Blorp!

Estava eu e a Pipoquinha a vermos televisão quando ela dá um arroto.
Olha para mim e diz:
- Os arrotos ..... não são feios!
- São, são.
- Mas nos pequeninos só são um bocadinho!
-Mais ou menos!
- No grandes é que são mesmo feios!

06 março 2007

FêCêPê

De manhã quando vínhamos no carros, na Rádio começaram a falar do jogo do Porto com o Chelsea.
Reacção da Pipoquinha quando ouviu que estvam a falar do FCP:
- É isso mesmo Senhores, POORTO, POORTO, POORTO!

Professora

A Pipoca, distraída, a falar em vez de comer a sopa...
- Come a sopa.
- 'Pera aí...
- Não digo mais nada, começa a comer.
- Mas deixa-me só acabar de dizer uma coisa à A.
- Primeiro comes e depois falas.
- Ai é, então não lhe ensino isto. Vês, por tua causa ela vai ter que esperar até ir para a primária, para saber o que eu lhe estava a ensinar....

03 março 2007

Brincos

Um ano após o primeiro pedido eis que a Pipoca fez os furos nas orelhas!
Tinhamos combinado que se ela na escola tivesse duas notas de Bom ou superior, eu levava-a a furar as orelhas. Tirou Muito Bom a Português e a Estudo do Meio ( Matemática não fez, porque esteve com gripe) e Bom a Pintura ( segue as pisadas dos pais...)
Hoje foi então o grande dia e ela portou-se Lindamente!
(ai que grande está a minha menina!)