13 junho 2007

Asneira

Depois de umas mini- férias em Moledo, regressamos ao Porto.
Estavamos em casa há cerca de uma hora, e depois de banhos tomados, descobrimos este lindo serviço.
A Pipoquinha começou (tem a mania de escrever em todo lado- paredes, roupa, toalhas, chão, móveis... mas normalmente são discretos!), a Pipoca aprimorou... aproveitou a embalagem e também fez um desenho da sua autoria, a imitar os da irmã.
O que me chateou foi o ter dito que não tinha riscado, tendo atirado as culpas a para a Pipoquinha, esta chorava porque dizia que a Pipoca também tinha ajudado.
No fundo, no fundo, não me chateia ter a parede assim... é no "quarto de brinquedos"!

3 comentários:

Carla O. disse...

Pois... Foi à conta de artes desse género que os meus pais pintaram as paredes do nosso quarto de cor de tijolo ;)
Fica diferente, certo?
Beijocas

pipocas disse...

Pinturas rupestres, eheheheheh!!!
Beijoquinhas

mmmim disse...

Como é que é possível que não se possa escrever, pintar e desenhar na parede do quarto dos brinquedos?? Ainda por cima no quarto dos brinquedos!!
Ai! Ai! Deixa andar! As miúdas têm talento! Que tal ir pregando umas enormes folhas de papel-cenário na parede?
Eu na verdade não sei... mas como arquitecta :P acho que é importantérrimo não só interagir com o espaço construído como desenhar... nas paredes! :)
escrever nas paredes é muito mais giro que pendurar papeis desenhados nas paredes...
Se alguma vez tiver que decorar um quarto de brincar :P de certeza que vai ter paredes "escrevíveis" LOL Acho muito bem! Estou com as pipocas. Mais tarde vem a técnica do stencil e não tarda são grafiteiras de primeira! ;)

Saudações e Felicidades!! **