29 abril 2009

Vamos ajudar!

A Caracoleta, ou Blubina como preferirem, que tem um coração do tamanho do mundo, mais uma vez está com um caso bicudo nas mãos.
Nas palavras dela:

Sabia que ela tinha dificuldades económicas, mas da última vez que falei com ela confessou-me com alguma vergonha, que não tinha dinheiro sequer para alimentar os filhos, de cinco e dois anos. Não consigo imaginar sensação de impotência mais dolorosa do que não conseguir dar de comer a um filho, nem tirando da própria boca.Esta família, que vive no Grande Porto, faz o que pode em termos profissionais. É gente honrada que não diz não ao trabalho mas a quem a vida trouxe dificuldades, como a tantas outras famílias.Pensei em pedir ajuda a outras mães porque sei como são solidárias. Talvez se pusermos de lado um pacote de arroz ou massa, atum, salsichas, cereais, papas, leite e outros bens alimentícios não perecíveis, consigamos, pelo menos, durante uns tempos, pôr comida na mesa destas crianças.
Ajudem-me a ajudar. Sozinha não consigo.Por favor divulguem nos vossos blogues.
caracoleta2004@gmail.com

Eu e ela, no próximo Sábado, vamos estar no Dolce Vita, para receber donativos, já que é impraticável ela reunir-se com todos os que já a contactaram para ajudar.
Assim, passem por lá e ajudem.
Depois venho cá dizer as horas e o local de encontro.

Meninas mais a sul, passem no blog da Ana do Era uma vez ( http://eraumavez-barbara.blogspot.com/2009/04/ajuda.html) que lá estão os pontos de recolha.
Obrigada a todas


ADENDA: Entre as 15,00 e as 17,3o horas estaremos à entrada do Continente do Dolce Vita (Antas) junto aos elevadores.

5 comentários:

Sain disse...

e o pessoal do resto do pais que queira ajudar como faz?!

jokas
;)

Carla O. disse...

O que eu puder fazer, mesmo a partir daqui, avisa, ok?
Beijo grande

Girstie disse...

Ora bolas. Cheguei tarde porque teria todo o gosto em ajudar!

Teria e tenho! diz lá como!

beijos

Ana disse...

Lá por baixo a recolha correu bem....

Bjs e obrigada pela tua ajuda!

Mãe Carinho disse...

Gostei deste cantinho.

São tão poucas as pessoas que se disponibilizam a ajudar, parabens!

Mãe Carinho